Aprenderdorismo

Empreender é uma arte
10 de maio de 2021 - Por: Elias William

Quem é Abilio Diniz?

Abílio Diniz é um dos principais empreendedores da história do Brasil, conhecido principalmente pela criação do Grupo Pão de Açúcar. Hoje, aos 84 anos, a Revista Forbes estima que sua fortuna seja de US$ 2,2 bilhões (em julho de 2020), mas nem sempre foi assim.

Nascido em São Paulo nos anos 30, Diniz passou parte da infância no bairro do Paraíso, onde costumava ir à missa com a mãe. A partir do hábito, desenvolveu algumas de suas principais características: a espiritualidade e a fé em Deus, a sua maior força. A falta de popularidade que resultava em perseguições na escola, motivou o jovem Abilio a buscar refúgio em esportes como boxe, capoeira e judô, paixão que ele demonstrou ao longo de toda a vida. 

Diniz foi aluno do colégio Anglo Latino, estudou no Colégio Mackenzie durante o segundo grau e se formou em 1956 pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Seu sonho sempre foi ser professor, mas viria a desistir da ideia após ser convencido pelo pai a administrar os negócios da família. 

https://www.instagram.com/p/B7T8ADbFjMH/

Família

Foi o primeiro dos seis filhos do casal Valentim e Floripes Diniz. O pai de Abilio, Valentim, chegou ao Brasil em 1929 e ficou encantado com o Pão de Açúcar, um dos mais famosos pontos turísticos do Rio de Janeiro. 

Pouco depois da chegada da família ao Brasil, Valentim foi chamado para trabalhar como caixeiro e entregador do mercado Real Batateiro, onde conheceria sua esposa. Os dois se casaram em 1936 e especificamente em 1949 o Pão de Açúcar viria a ser o nome da doceria familiar inaugurada na Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, em São Paulo.  

https://www.instagram.com/p/CKd_c1wF3_5/

Pão de Açúcar

Dez anos depois, em 1959, o pai decidiu abrir o primeiro supermercado da rede e o filho ficou responsável por ajudá-lo na administração do negócio. No fim dos anos 60, o grupo Pão de Açúcar já contava com 60 filiais em 17 cidades e tinha Abilio como principal encarregado das decisões. 

O negócio, que estava crescendo e dando certo, foi abalado por uma disputa entre os irmãos Diniz, o que motivou o afastamento de Abilio dos negócios e a ida do mesmo ao governo para participar de um Conselho Monetário. Durante sua participação em Brasília, o empresário seria até acusado de estocar produto para evitar o congelamento de preços adotado à época. 

Devido ao afastamento de Abilio dos negócios, os irmãos decidiram abrir o capital da empresa, o que quase levou o grupo à falência. De volta aos negócios em 1994, Abilio Diniz cortou empregos, enxugou a estrutura e fez de tudo para salvar a história da família, além de ter inúmeros pedidos de empréstimo negados por bancos. O processo todo custou, à época, a diminuição de 600 para 260 lojas e a demissão de 28 mil funcionários.

A queda

No ano de 1995, a empresa decidiu que era a hora de capitalizar para retomar o crescimento. Após conversas extensas com redes como Carrefour e Walmart não irem para a frente, Abilio encontrou o grupo francês Casino, que adquiriu 24,5% do Pão de Açúcar, o que viria a ser um problema futuro e motivo da desistência do controle da empresa. 

Para evitar perder o controle do Pão de Açúcar, Diniz tentou até negociar diretamente com o CEO da Casino, mas foi tudo em vão. Isso porque a Casino descobriu que Abilio Diniz negociava em segredo com o Carrefour, principal concorrente da Casino na França. Com o conhecimento público do caso, a relação foi pelo ralo. 

Entre relações conturbadas com os sócios franceses, negociações com outras empresas e vendas de fatias do Grupo, Abilio viria a se despedir do Pão de Açúcar em 2013, após gastar milhões com advogados para conter os avanços dos franceses que haviam adquirido participação cada vez mais significativa nas decisões ao longo dos anos.

https://www.instagram.com/p/BisB2nKAfDD/

Novos rumos

Considerado por Abilio como o maior erro de sua vida profissional, o acordo arruinado motivou o empresário a procurar alternativas, quando adquiriu redes como o Ponto Frio e Casas Bahia, criando a conhecida Via Varejo. Apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube, o empresário já destacou milhares de vezes um dos principais pilares para atingir resultados: disciplina. 

Criada em 2006 por Diniz, a gestora Península ajudou o empresário a chegar à BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo. Em 2014, a gestora adquiriu ainda ações do Carrefour na França, o que resultou a ele uma cadeira no conselho na matriz da empresa. 

https://www.instagram.com/p/B4AH1DLlJxX/ 

Conhecimento

Ao longo de sua trajetória, Abilio lançou livros e utilizou a Península para criar um setor filantrópico que investisse na melhora da educação brasileira. Abaixo você encontra alguns dos livros de Diniz:

1990: Reforma Econômica para o Brasil

2004: Caminhos e Escolhas

2016: Reflexão, Equilíbrio e Paz

2016: Novos Caminhos, Novas Escolhas

Frases

“Uns sonham com o sucesso, nós acordamos cedo e trabalhamos duro para consegui-lo.”

“Quero ser hoje melhor do que fui ontem e amanhã, melhor do que sou hoje.”

“Ser criativo é fazer diferente, inovar e reinventar para criar o futuro.”

“Seja o condutor do carro da própria vida.”

“Ser objetivo é saber onde está e aonde se quer chegar focando em resultados.”

Fontes

http://abiliodiniz.com.br/

https://www.infomoney.com.br/perfil/abilio-diniz/

https://www.euqueroinvestir.com/abilio-diniz-bilionario/

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram