Aprenderdorismo

Empreender é uma arte
2 de julho de 2021 - Por: Elias William

Quem é Antônio Alberto Saraiva?

‘Não desista. É preciso caminhar.’ Sob o lema ensinado pelo pai, o empresário Antônio Alberto Saraiva criou uma das mais famosas e tradicionais redes de fast-food do Brasil, o restaurante de comida árabe Habib’s. 

De origem portuguesa, a família de Saraiva se mudou para o Brasil quando ele ainda era um bebê com menos de um ano de idade. Chegaram ao Brasil sem emprego ou perspectiva, mas o patriarca decidiu comprar uma carrocinha com um cavalo para vender pães nos estabelecimentos da cidade de São Paulo. 

Apesar da tentativa, nada deu muito certo. Pensando nisso, a família se mudou para o Paraná, onde Antônio Alberto Saraiva passou a infância e adolescência com a família. Foi por lá que teve o primeiro contato com o empreendedorismo, quando fazia competições de venda de doces com o pai, que também se chamava Antônio.  

Mais tarde, a família decidiu voltar a São Paulo, onde a vida de todos foi transformada de forma drástica. Alberto tinha o sonho de se tornar médico, o que fez a família sair do Paraná em direção a São Paulo para tentar a vida. 

Enquanto o filho se dedicava aos estudos do ensino médio e cursinho, os pais gerenciavam a padaria que abriram na Zona Leste de São Paulo, perto de onde moravam. O estabelecimento definitivamente não era um sucesso, mas era necessário para manter a família. 

Símbolo de persistência e sempre com a mensagem do pai em mente, Alberto fez 17 vestibulares em três anos. No terceiro ano, finalmente foi aprovado em Medicina na Faculdade da Santa Casa de São Paulo. 

Mudança repentina

Mais do que apenas o nome, Antônio Alberto Saraiva herdou a força e a persistência do pai. Tudo que aprendeu seria usado em breve, após o pai ser assassinado no estabelecimento da família de forma repentina, poucas semanas após ter efetuado a compra do espaço. 

Para tentar alavancar os negócios e compensar os equipamentos que davam defeito, Saraiva decidiu tomar algumas providências. Ele trancou o curso de Medicina e passou a comprar pão de outros lugares para revender. 

Devido à falta de funcionários, Saraiva passou a aprender a fazer pão, mas não estava dando certo. Como medida radical, decidiu cortar o preço em 30%, o que deu muito certo, atraindo diversos clientes. Em pouco mais de um ano, a família recuperou o rumo e vendeu o negócio. 

Exemplo de empreendedorismo

Com toda a certeza você já ouviu que ‘quando uma pessoa nasce para algo, parece que tudo conspira a favor’. O fato é que Saraiva nasceu para os negócios. 

Prova disso é que aplicou a estratégia da padaria em diversas outras empreitadas. Ele abria um estabelecimento, oferecia o produto mais barato que os concorrentes e após um tempo vendia o comércio. Desta forma, abriu uma Casa de Pastel, outra de Gnocchi, Fogazza, além de um rodízio de pizza, sendo todos negociados após um tempo. 

Enquanto fazia tudo isso, Antônio Alberto Saraiva finalmente se formou em Medicina, em dezembro de 1980. 

Habib’s

Enquanto montava uma de suas lanchonetes, Saraiva conheceu um cozinheiro árabe chamado Paulo Abud, que estava procurando emprego. Era um senhor de quase 70 anos, mas que jamais poderia ser subestimado. 

Por ter trabalhado com cozinha árabe durante toda a vida na região da Rua 25 de Março, conhecida por ser um reduto da colônia árabe em São Paulo, a bagagem do novo funcionário era praticamente inquestionável. Com ele, Saraiva aprendeu a fazer esfihas, homus, tabule, kibe cru e todos os outros pratos árabes possíveis. 

Após um certo tempo, decidiu depositar em um novo ponto comercial tudo que havia aprendido, somado às pizzas, pastéis e afins. O cardápio estava montado, mas faltava o nome. Foi então que Saraiva perguntou a um amigo árabe como poderia ‘chamar as pessoas’ e recebeu a palavra ‘Habib’ como resposta.

Crescimento

De maneira simples e direta, decidiu batizar o novo empreendimento de Habib’s. A primeira loja, aberta no bairro da Lapa na Rua Cerro Corá, existe até hoje. 

O início foi estrondoso com filas extensas e clientes procurando as mais novas esfihas de São Paulo. Conforme foi abrindo novas unidades, Saraiva percebeu que a qualidade estava caindo, quando decidiu montar uma cozinha central e distribuir o mesmo produto semi pronto para todas as unidades, o que foi um sucesso. Com o crescimento que aconteceria no futuro, o empresário adotaria a estratégia e criaria cozinhas centrais ao redor do Brasil. 

Quando já estava com quase vinte lojas, Antônio Alberto Saraiva foi enfrentado por uma cliente que achou a conta muito barata. Ela era empresária e se tornou pouco depois a primeira franqueada Habib’s. 

Ao longo dos anos, a empresa enfrentou problemas relacionados a preço, queda do número de clientes, qualidade dos produtos, concorrência com outras empresas e fechamento de lojas, mas continua sendo uma gigante nacional que vende 600 milhões de esfihas por ano.

Hoje, Antônio Alberto Saraiva comanda o Habib’s e o Ragazzo, outra franquia da rede, mas focada na culinária italiana. Somadas, as duas possuem mais de 500 lojas e um faturamento anual na casa dos bilhões de reais. 

Fontes

https://economia.uol.com.br/noticias/infomoney/2013/07/30/um-medico-e-600-milhoes-de-esfihas-conheca-a-historia-do-fundador-do-habibs.htm

https://www.suno.com.br/tudo-sobre/antonio-alberto-saraiva/

https://neofeed.com.br/blog/home/o-fundador-do-habibs-voltou-para-arrumar-a-casa/

https://acervo.museudapessoa.org/pt/conteudo/pessoa/antonio-alberto-saraiva-21012

https://99empreendedores.com.br/antonio-alberto-saraiva/

https://www.economicnewsbrasil.com.br/2021/03/09/brasileiro-alberto-saraiva-e-a-historia-da-criacao-do-habibs/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram