Aprenderdorismo

Empreender é uma arte
31 de maio de 2021 - Por: Elias William

Quem é Jack MA?

O chinês Jack Ma - originalmente Ma Yun - cresceu como um jovem humilde junto à família. Em um determinado dia, a visita do ex-presidente norte-americano Nixon à sua cidade na China mudaria tudo. De lá para cá, Jack se tornou responsável por mais de 60% do comércio eletrônico na China e a criação de um império: o Alibaba

Motivado pela visita do chefe de estado, Ma foi guia turístico de norte-americanos que viajavam com o desejo de conhecer a área. Desta forma, desenvolveu interesse em estudar o idioma inglês. Pedalava diariamente até o principal hotel da cidade, onde fez vários contatos e aprendizados. 

Apesar da vontade, Jack não era um gênio. Demorou para concluir os estudos e foi recusado inúmeras vezes em suas tentativas de entrar em Harvard, além de ser rejeitado em trabalhos em restaurantes e hotéis. Após a graduação em artes em inglês, Ma se tornou professor de inglês em 1988, onde ganhava cerca de 12 dólares por mês. 

No entanto, uma viagem para a Austrália em 1985 a convite de dois irmãos que conheceu quando era guia seria o que mudaria sua vida para sempre. Jack ficou um mês no país, tempo suficiente para expandir seus horizontes e enxergar as possibilidades. 

O encontro que mudou tudo

Já no ano de 1994, Jack abriu sua primeira empresa para trabalhar como intérprete. Viajou aos Estados Unidos e conheceu algo que mudaria sua vida para sempre: a internet. Em uma pesquisa rápida sobre cervejas, percebeu que não havia nada sobre a China na web.

Desta forma, voltou para casa e criou junto a um parceiro um site com informações sobre a China. Rapidamente recebeu contato de investidores e empresas interessadas em saber mais. O site criado com US$ 2 mil emprestados seria seu grande trunfo, ao atrair empresas chinesas que desejavam lançar seus próprios sites.

Em um determinado momento, a empresa de Jack foi comprada por uma companhia estatal por US$ 185 mil, um dinheiro nunca antes visto por ele. Assim, saiu do negócio e foi trabalhar para o governo, onde começou a sonhar em criar o próprio site de comércio. 

O Alibaba

Junto a amigos em seu próprio apartamento, no ano de 1999, Jack falava pela primeira vez sobre o Alibaba: um site onde as pessoas poderiam vender para consumidores interessados ao redor do mundo. Com a quantia de US$ 60 mil nasceu o Alibaba, nome inspirado nos tesouros escondidos do livro Mil e uma noites. 

Mesmo tendo comprado seu primeiro computador apenas aos 33 anos, Ma foi um visionário pela iniciativa. Uma de suas estratégias sempre foi, inclusive, usar a própria ‘falta de habilidade’ com a internet para melhorar o Alibaba e suas ferramentas ao longo dos anos. 

Com o crescimento assustador ao longo dos anos, Jack Ma investiu em um Marketplace, além de uma ferramenta de pagamentos para sua plataforma. Em 2014, a companhia se tornou uma das empresas de tecnologia mais valiosas do mundo ao levantar US$ 24 bilhões em sua oferta pública de ações na Bolsa de Valores de Nova York. 

Crescimento

A abertura de capital tornou Jack um dos homens mais ricos da China e do mundo, com patrimônio atual de US $43.5 bilhões. Só na China o Alibaba tem mais de 250 milhões de compradores, inclusive tendo vendido em apenas um dia a quantia de US$ 38 bilhões, o que colocou a gigante no top 10 das marcas mais valiosas e influentes, sendo considerada a maior varejista do planeta. 

Hoje, além de servir como local de venda e compra de produtos, a holding Alibaba possui empresas de inteligência artificial, entretenimento, pagamentos e até arquivamento de dados na nuvem. Sob o lema de colocar o cliente em primeiro lugar, Jack se tornou uma referência para quem deseja empreender. 

Dificuldades e problemas

Jack Ma foi um visionário ao transformar US$ 2 mil em um império, mas o próprio crescimento acelerado da companhia foi um problema ao demitir e enxugar a estrutura ao ser surpreendido pela bolha das empresas de internet.

O empresário pode servir como inspiração, mas não está livre de críticas. Em uma situação, sofreu duras críticas ao defender uma política de trabalho das 9h da manhã às 9h da noite durante 6 dias por semana, sob a justificativa de que as pessoas que fizessem isso seriam recompensadas. Países como a China são conhecidos mundialmente por trabalho excessivo.  

Em 2018, outra polêmica pegou Jack desprevenido, quando ele foi identificado como membro do Partido Comunista Chinês, apesar de o Grupo Alibaba ressaltar que política não influenciaria nos negócios e decisões da empresa. 

Fundação Jack Ma

Criada pelo empresário motivado por Bill Gates, a Fundação tem como objetivo melhorar a educação, o meio ambiente e a saúde. Jack Ma já doou fortunas a vítimas de desastres naturais, além de criar um prêmio milionário anual para incentivar empreendedores africanos. Durante a pandemia da COVID-19, anunciou o envio de máscaras e testes aos Estados Unidos, Europa, Ásia e América do Sul. 

 

Para saber mais, você pode conferir alguns livros, como: 

Jack Ma (JR MacGregor)

Alibaba: A gigante do comércio eletrônico (Duncan Clark)

Alibaba – Estratégia de Sucesso (Ming Zeng)

O poder da China (Ricardo Geromel)

 

Fontes

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-56475092

https://www.infomoney.com.br/perfil/jack-ma/

https://www.suno.com.br/tudo-sobre/jack-ma/

https://canaltech.com.br/celebridade/jack-ma/

https://www.startse.com/noticia/ecossistema/china/conheca-trajetoria-de-jack-ma-o-homem-que-revolucionou-o-varejo

https://exame.com/pme/jack-ma-a-historia-de-um-heroi-para-as-startups-da-china/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram